×

Encontre corretores de seguros em qualquer lugar do Brasil!

Utilize o campo abaixo para escolher o estado que você mora e localizar um corretor de seguros perto de você.

Guia definitivo sobre seguro viagem. Tudo o que você precisa saber para viajar!

Quando planejamos uma viagem para um determinado destino, sobretudo se for de férias, pesquisamos pontos turísticos, lugares pitorescos, cultura local, gastronomia, pensamos nas compras, etc., mas temos que estarmos preparados para imprevistos, porque eles acontecem!

Uma torção no pé ou um mal-estar estomacal, depois de provar as iguarias que não estamos acostumados, extravios de bagagem ou algum problema de ordem jurídica, além disso, estamos vivenciando uma pandemia do corona vírus, cujos sintomas se assemelham ao uma gripe, nunca foi tão necessário pensar em fazer um seguro viagem.

Pensando na sua comodidade e entendendo o quanto é importante viajar sem maiores preocupações, elaboramos algumas informações importantes que vão evitar que você passe por aborrecimentos durante sua viagem. Confira!

Para iniciar, você sabe o que é um Seguro Viagem e como funciona?

Seguro viagem: tudo o que você precisa saber
Seguro viagem: tudo o que você precisa saber

O seguro de viagem é um plano de saúde temporário e também garante indenizações para situações e acidentes. Sua cobertura será válida pelos dias de contratação dentro das normas regidas pelo contrato. Normalmente é feito para viagens internacionais onde os planos de saúde brasileiros não possuem validade.

Fiquem atentos na diferença entre Seguro de Viagem e Assistência de viagem.

Comumente ambos são chamados de seguro de viagem, contudo é necessário ter atenção na hora de pesquisar e fechar contrato. Na realidade o que diferencia um de outro é quem pagará pelo serviço no momento que for utilizado.

No seguro viagem, o segurado paga as despesas e é reembolsado depois pela seguradora, dentro, é claro, dos limites estabelecidos em contrato. Para isso, será necessário apresentar os comprovantes das despesas médicas, laudos, notas fiscais ou recibos que comprovem o atendimento.

A vantagem é que você pode escolher o lugar para ser atendido, independente de fazer parte da rede conveniada. A desvantagem é que é burocrático, pode exigir muitos documentos esteja atento para não esquecer de solicitá-los após o atendimento, caso contrário corre o risco de não ser reembolsado.

Já a assistência viagem o atendimento será custeado pela seguradora contratada, obviamente dentro dos limites estipulados pela seguradora. Antes do atendimento a empresa deverá ser acionada, ela indicará o local que você será atendido, a desvantagem é essa: você não escolhe, com exceção de casos de emergência.

Muitas seguradoras vendem os dois serviços no mesmo pacote, dessa maneira você estará garantido, mas para evitar aborrecimentos é necessário saber essa informação no momento da contratação.

Por que é importante contratar um seguro de viagem?

Independente da sua experiência em viagens, acidentes e doenças podem acometer qualquer viajante e se o problema for grave o custo do atendimento e tratamento no exterior pode ser bem dispendioso dependendo do país de destino.

A maioria dos países não atendem gratuitamente estrangeiros na rede de saúde. Será necessário custear consultas médicas, remédios e em casos mais graves, transporte de ambulâncias e internação. Não vale a pena correr esse risco. Além disso, o seguro cobre outros serviços como extravio de bagagem, remarcar data da passagem, assistência jurídica e até repatriação do corpo em caso de falecimento e com a pandemia se tornou algo essencial.

Mas quanto custa em média um seguro de viagem?

Veja quanto custa o seguro viagem
Veja quanto custa o seguro viagem

Dependendo do país de destino pode custar menos que uma consulta, por isso, não é uma economia boba.

Considerando uma viagem de sete dias, por exemplo, para qualquer país e ignorando as variações de preços de acordo com a idade do segurado e de uma seguradora para outra, apresentaremos abaixo uma média de preço  e o que cada um oferece para que você possa ter uma ideia do custo do serviço.

Seguro viagem de R$ 70 a R$ 100 (o mais barato que se pode simular)

Coberturas que podem variar entre US$ 30 mil e US$ 60 mil. Possui cobertura para bagagens de US$ 1.200.

Seguro viagem de R$ 100 a R$ 300 (Valor pago pela maioria das pessoas que contratam o serviço)

As coberturas podem variar de US$ 15 mil e chegar a US$ 250 mil. Também há cobertura para bagagens no valor mínimo de US$ 1 mil até US$ 2 mil.

Seguro viagem de R$ 100 a R$ 600 (Maior cobertura)

A cobertura varia entre US$ 330 mil e US$ 1 milhão. E o seguro bagagem não é muito diferente dos planos anteriores, entre US$ 1.500 a US$ 4.500.

Como contratar um seguro de viagem?

Podem ser contratados: em empresas especializadas em seguro, no banco do viajante, com a companhia aérea escolhida para viagem, no site onde a passagem foi comprada, em agências de turismo ou nas operadoras de cartão de crédito sem burocracia.

O seguro de viagem não é apenas destinado para viagem internacionais, podem ser contratados para viagens nacionais, embora não seja muito comum fazê-lo.

Qual o seguro de viagem devo contratar?

Os seguros de viagem podem ir do básico ao completo e dependem dos pais de destino, por isso, no momento da contratação é importante que você forneça detalhes para a seguradora, assim terá a tranquilidade de estar bem coberto e dentro das suas expectativas.

Você precisa saber que os seguros não seguem as mesmas regras para todos os países, alguns, como os que fazem parte da União Europeia, (exceto Irlanda e Reino Unido) e três países que não são membros da UE (Islândia, Noruega e Suíça) exigem seguros de viagem especial (esses países possuem obrigatoriedade) com cobertura mínima de € 30.000,00, seguindo as regras do Tratado de Schengen.

Outra informação relevante é que em raríssimos casos os seguros viagens cobrem os esportes radicais tais como esqui, snowboard, escalada, mergulho e outros.

Mulheres grávidas e adultos acima dos 70 anos costumam ter preços diferenciados. Informe-se também se há cobertura para doenças pré-existentes, porque não é comum a todos os seguros.

Há ainda seguros especiais, feitos para proteger equipamentos como computadores, celulares e até máquinas fotográficas, porém esse tipo de seguro não faz parte do pacote básico são contratados à parte.

Qual a seguradora escolher?

Dê preferência para seguradoras grandes e conhecidas e que obtiveram uma boa avaliação por seus clientes e evite contratar seguradoras com difícil atendimento para o usuário.

Meu cartão de crédito oferece o seguro viagem?

Seguro viagem do cartão de crédito
Seguro viagem do cartão de crédito

Vários cartões de crédito, especialmente os platinum ou superior oferecem o seguro de viagem gratuitamente para seus clientes, muitos exigem que a compra da passagem seja efetuada com o próprio cartão e outros o seguro é automático independente da compra da passagem.

Muitos exigem que a compra da passagem (ao menos a taxa de embarque) seja efetuada com o próprio cartão. Em outros casos (mais raros), o seguro é automático, independente da compra da passagem. É muito importante saber quais são as coberturas do seguro que sua operadora de cartões de crédito oferece, se informe sobre todas as vantagens e cláusulas.

Por quanto tempo devo contratar o seguro viagem e quando deve ser feita?

O seguro deve ser contratado pelo mesmo tempo de duração da viagem, com acréscimo de dois dias após a data programada para retorno, lembre-se que é comum ter atrasos em companhias aéreas, devemos contar com o imprevisto. A contratação pode ser feita até a véspera da viagem geralmente tem preços em moeda estrangeira, é necessário ficar atento a cotação do dólar e do euro na hora de fechar o contrato.

Principais coberturas do seguro de viagem:

  • Atendimento médico e odontológico 24h;
  • Seguro no caso de interrupção ou cancelamento da viagem, em caso de emergência médica;
  • Visita ao segurado hospitalizado;
  • Acompanhante em caso de hospitalização prolongada;
  • Despesas farmacêuticas;
  • Hospedagem após alta hospitalar;
  • Remarcação de passagem para regresso;
  • Repatriação médica e funerária, que garante o retorno do viajante ao Brasil tanto em caso de doença e acidente quanto em caso de falecimento;
  • Assistência funeral; Indenização no caso de morte; Indenização no caso de invalidez permanente ou total
  • Localização de bagagem extraviada e indenização no caso de extravio de bagagem;
  • Despesas jurídicas e pagamento antecipado de fiança.

Qual a validade do seguro em caso de pandemia?

Houve alguns seguros que mantiveram a cobertura total, porém a maioria limitou a cobertura recorrendo a cláusula que os isenta de cobertura no caso de surtos, epidemias e pandemias, dessa maneira o tratamento fica a cargo do turista ou do governo local.

Qual o documento que vai comprovar que tenho um seguro?

Ter em mãos ou em meio eletrônico o contrato, mesmo que seja o do cartão de crédito, pode ser exigido pela imigração, sobretudo em países cujo seguro de viagem é obrigatório, assim como todos os telefones de atendimento e o número do contrato para casos de emergência. Deixe também com um responsável no Brasil e com os companheiros de viagem.

Como posso cancelar a contratação do seguro em caso de não poder viajar, por qualquer motivo ou por conta da pandemia?

É preciso entrar em contato com a seguradora o mais rápido possível para negociar o cancelamento, pois cada empresa possui diretrizes especificas para esses casos.

Como acontece o atendimento do seguro viagem?

Se você contratou a assistência viagem ou eles mandam um médico até você ou indica um hospital conveniado, se contratou o seguro você escolhe o local de atendimento como disse anteriormente.

Se for uma emergência e não pode entrar em contato com a seguradora, faça contato logo que esteja em condições ou forneça os dados lugar onde está sendo atendido, isso no caso de assistência de viagem, cuidado por que algumas seguradoras exigem um limite de horas para ser comunicada sobre o atendimento. Repito: É importante que esteja ciente das cláusulas do seu contrato.

O atendimento será em português?

Caso sua seguradora seja uma empresa brasileira provavelmente será em seu idioma, entretanto, a chance do médico ou atendentes do hospital falar português é bem remota.

O que devo fazer se tiver problemas com o seguro de viagem?

Primeiramente você deve entrar em contato com a própria seguradora, caso não haja solução para o seu problema tente a ouvidoria da empresa que você contratou seu seguro. Em último caso deve-se entrar em contato e abrir uma reclamação com a SUSEP – Superintendência de Seguros Privados, que é a agencia reguladora do setor de seguros e o CNSP – Conselho Nacional de Seguros Privados, órgão responsável por fixar as diretrizes e normas, isso para seguros vendidos no Brasil. Porém lembre-se: é muito importante que você guarde com cuidado todos os comprovantes caso necessite acionar a justiça.

Agora que você já sabe como evitar aborrecimentos durante a viagem é só aproveitar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *