×

Encontre corretores de seguros em qualquer lugar do Brasil!

Utilize o campo abaixo para escolher o estado que você mora e localizar um corretor de seguros perto de você.

Seguro para celular vale a pena? Entenda tudo sobre esse tipo de seguro

É difícil imaginar hoje um objeto com o qual tenhamos mais contato do que o nosso celular. O smartphone, esse equipamento multifuncional, virou praticamente uma extensão do corpo. Por isso, quando perdemos ou ele nos é roubado, a sensação é deprimente. Somos lançados num vazio instantâneo e tomados por uma percepção de impotência, quando nos percebemos desconectados das nossas redes sociais, memórias, e impossibilitados de fazer contato com as pessoas queridas ou das relações produtivas de trabalho.

Como hoje são também muito valiosos, os celulares viraram alvo de muitos furtos e roubos que alimentam o mercado clandestino de compra e venda desses aparelhos. É nesse contexto que crescem cada vez mais as opções de seguro para celular.

Neste artigo, você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre o assunto, como as circunstâncias em que vale a pena ou não ter o seguro para celular com base nos valores de prêmio e de franquia mais comuns praticados pelas seguradoras.

Seguro para celular vale a pena?
Seguro para celular vale a pena?

Vale a pena fazer um seguro para celular?

Essa é a primeira pergunta que você deve fazer quando pensar no assunto. Dito de forma resumida, do ponto de vista econômico, vale a pena fazer um seguro se o seu aparelho é caro, como os de última geração.

Por outro lado, se ele é relativamente barato, é provável que não exista vantagem econômica em protegê-lo contra riscos com um seguro. Isso fica muito claro com exemplos de valores.

Em um ano, o custo médio de um seguro pode variar entre 15% e 30% do preço do celular, conforme a tabela de valores da seguradora – que costuma ter preços maiores do que a média do mercado de tecnologias. Isso significa que o seguro para um celular avaliado em mil reais, por exemplo, deve custar entre R$ 150,00 e R$ 300,00.

Some ao valor do prêmio o custo da franquia em caso de perda, roubo ou dano que inutilize o aparelho. A franquia é o preço que deve ser pago para ter direito à indenização do seguro.

No caso do seguro para celular, a franquia costuma sair com custo de vinte a trinta por cento do preço total do aparelho. Para usar o mesmo exemplo usado acima, isso implica em mais um desembolso de R$ 200,00 a R$ 300,00.

Com os preços mais baixos de franquia e prêmio do nosso exemplo, a despesa total para obter a indenização do seguro por um celular de mil reais – perdido, quebrado ou roubado – será de no mínimo trezentos e cinquenta reais.

É por isso que a vantagem do seguro tende a ser maior para os celulares mais caros, já que o risco de prejuízo costuma ser relativamente muito maior do que o dos mais baratos.

Na hora de avaliar se vale a pena fazer um seguro, é relevante saber que, diferente de outros seguros, como os de imóveis ou carros, o de celular tem duração de apenas um ano e não pode ser renovado.

Tipos de cobertura de seguros para celular

Na hora em que você for fechar um contrato de seguro, é fundamental conhecer o tipo de cobertura dele. Alguns seguros só cobrem roubos, ou seja, casos em que a pessoa sofre ameaça verbal ou física, por exemplo, diante de uma faca ou de uma arma de fogo.

Outros seguros, além do roubo, cobrem o furto qualificado, aquele que ocorre sem ameaça ao proprietário, que só depois descobre a ocorrência. É o caso típico das mochilas ou bolsas rasgadas com canivetes nos ônibus. A vítima só percebe o furto depois que tudo aconteceu, e o ladrão já está longe.

A maior parte dos seguros não cobre furto simples, esquecimento, perda ou dano físico dos celulares. Além de muito raros, os que cobrem são mais caros, pois essa cobertura inclui eventos de difícil produção de provas para comprovar o sinistro que dá direito à indenização.

Por exemplo: como você vai provar que perdeu o seu celular, sem que haja indícios de furto ou roubo, e simplesmente não lhe deu outro fim só para exigir a indenização da seguradora?

Há, contudo, cobertura para eventos como acidentes em veículos, queda de raios que danifiquem o aparelho, entre outros.

Em todo caso, é importante verificar bem os riscos que são ou não cobertos pelo contrato. O preço sempre aumenta junto com o tamanho da cobertura oferecida pelo serviço.

Existe seguro que cobre até a tela quebrada do celular, em caso de queda. Como esse tipo de evento é muito comum, o preço da cobertura tende a ser caro.

Se você realiza viagens internacionais, é bom saber que a maioria dos seguros para celulares só vale para o território nacional.

Como comprar um seguro para celular?

Como comprar seguro para celular
Como comprar seguro para celular

Há poucos anos, você podia comprar o celular e só depois decidir se iria fazer ou não um seguro para o aparelho. Hoje são pouquíssimas as empresas que oferecem esse serviço pós-compra.

Geralmente, você tem que decidir na hora da compra e o seguro deve ser pago junto com o aparelho, à vista ou de forma parcelada. Normalmente, o mesmo modo de pagamento do smartphone é aplicado no contrato da seguradora.

Dicas

Antes de contratar um seguro, vale a pena conferir a reputação da seguradora em sites como o Reclame Aqui, que avaliam o grau de satisfação dos clientes de milhares de empresas.

Também é fundamental saber quais são as lojas aceitas pelas seguradoras. Geralmente, esse é o caso das grandes redes varejistas e das lojas credenciadas das operadoras de telefonia.

Guarde sempre a nota fiscal do aparelho para que não haja problema na hora da eventual necessidade de solicitar a indenização à seguradora.

Outra informação importante para guardar é o IMEI, código numérico e único que todo aparelho de celular tem. Ele vem na caixa do equipamento e serve para bloqueá-lo a distância em caso de perda ou roubo. Também é possível conseguir o IMEI digitando *#06#. Com o IMEI, você pode bloquear totalmente o celular, que perde toda a sua utilidade, o que prejudica o mercado clandestino de aparelhos roubados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *